icon-telefone
MARCAÇÃO DE CONSULTAS

(85) 3063.3381(85) 9 8851.6148

Saiba mais sobre a Cirurgia de Epilepsia

imagem: shutterstock imagem: shutterstock

Cirurgia de epilepsia: O que é? A epilepsia é uma doença onde as atividades cerebrais são perturbadas, causando picos de atividade acima do normal, ocasionando as crises epilépticas. Durante estes episódios, o indivíduo perde o controle sobre suas funções motoras, personalidade, comportamento e sensibilidade.

As crises de epilepsia podem ser desencadeadas por diversos fatores, sendo os mais comuns traumas durante ou após o parto, consumo excessivo de álcool e drogas, lesões cerebrais causadas por traumas na cabeça, infecções e doenças neurológicas.

Sintomas

Os sintomas da epilepsia variam de acordo com o tipo de crise apresentada pelo paciente. No caso das crises parciais (desencadeadas em uma parte do cérebro), os sintomas incluem tremores na face, alucinações, mudanças de humor, perda de memória, mal-estar, palpitações e mudanças de humor.

Já nas crises generalizadas (desencadeadas em várias partes do cérebro), os sintomas identificados durante os episódios epilépticos são: grunhidos, corpo rígido, eliminação de espuma pela boca, movimentação descontrolada de braços e pernas e movimentos erráticos dos olhos.

Indicação

Em alguns casos, principalmente quando ocorrem durante a infância ou a adolescência, as crises epilépticas desaparecem por completo, permitindo que os pacientes tenham uma vida normal. Já para aqueles que são diagnosticados como epilépticos, o tratamento mais indicado é a utilização de medicamentos para impedir a ocorrência das crises.

Por outro lado, no caso de pacientes com crises severas, a recomendação é de que seja realizada uma cirurgia de epilepsia, conforme explica o neurocirurgião Dr. Paulo Wagner Linhares Lima Filho. Após passar por uma avaliação multiprofissional, incluindo teste de neuropsicologia, de memória, dentre outros.

Cirurgia/Procedimento

O neurocirurgião Dr. Paulo Linhares Lima Filho explica que, dentre as cirurgias de epilepsia existentes, uma das recomendadas para a redução das convulsões é a estimulação do nervo vago. Neste procedimento é implantado um dispositivo que libera descargas elétricas, estimulando este nervo.

Outro procedimento muito utilizado para tratar a epilepsia é a calosotomia. Segundo o especialista, esta cirurgia consiste na separação dos hemisférios cerebrais (direito e esquerdo) que unidos por uma estrutura chamada corpo caloso.

Já a lobectomia temporal, um dos tratamentos mais conhecidos, é realizada com a retirada total ou parcial de uma porção do lobo temporal e de outras estruturas, como as amígdalas (conhecida também como amigdalo-hipocampectomia), diminuindo a ocorrência e a intensidade das convulsões.

Médico

Com especialização em neurocirurgia pela Universidade de Campinas (UNICAMP), o Dr. Paulo Wagner Linhares Filho vem se dedicando ao estudo das patologias raqui-medulares/coluna vertebral, dos nervos periféficos, tumores de crânio e de medula. O especialista possui ainda amplo conhecimento das técnicas para o tratamento de dores de difícil controle. Caso deseje conferir o Lattes completo do especialista, clique aqui: http://paulowagner.com.br/perfil.

Cirurgias relacionadas

Como parte do tratamento das crises convulsivas e de outras enfermidades que acometem o cérebro e o sistema nervoso, e também de sua própria especialização e estudos de pós-graduação, Dr. Paulo Wagner Linhares Lima Filho realiza cirurgias de epilepsia. Estas operações têm como objetivo diminuir a ocorrência de crises convulsivas, permitindo que o paciente tenha uma vida próxima ao normal. Para tornar a recuperação no período pós-operatório mais fácil, o especialista conta com uma equipe de profissionais de várias áreas, promovendo o acompanhamento passo a passo, deixando tanto o paciente como a família mais segura. Para conferir as cirurgias realizadas e as enfermidades atendidas pelo médico, confira este link: http://paulowagner.com.br/servicos.

Contato Call

Especializado no tratamento de enfermidades que afetem a coluna vertebral, o crânio ou os nervos periféricos, o neurocirurgião Dr. Paulo Wagner Linhares Lima Filho utiliza técnicas modernas, menos invasivas e com o amparo tecnológico mais atual. Tem alguma dúvida sobre um possível diagnóstico ou gostaria de mais informações sobre as cirurgias de epilepsia? Clique neste link (paulowagner.com.br/pre-agendamento) e agende sua consulta com o especialista. O neurocirurgião fará uma avaliação completa de seu caso, realizando exames físicos, consultando seu histórico clínico e, caso necessário, solicitará exames complementares para tornar o diagnóstico ainda mais preciso.

Compartilhe: