icon-telefone
MARCAÇÃO DE CONSULTAS

(85) 3063.3381(85) 9 8851.6148

Saiba mais sobre a Estenose do Aqueduto

imagem: shutterstock imagem: shutterstock

Estenose do Aqueduto: O que é? A estenose do aqueduto é causada pelo estreitamento do duto mesencefálico, canal que permite a passagem do líquido cefalorraquidiano pelo mesencéfalo.

Esse líquido tem como função amortecer o impacto dos choques sofridos no encéfalo e na medula espinhal. O estreitamento deste aqueduto é uma das principais causas de hidrocefalia obstrutiva (enfermidade que impede a circulação do líquido cefalorraquidiano pelo cérebro e pela medula).

Sintomas

Por se tratar de uma síndrome congênita, os pacientes diagnosticados com estenose do aqueduto (em geral bebês e recém-nascidos) apresentam os seguintes sintomas: crescimento rápido da cabeça e alteração do formato do crânio (reflexo do acúmulo de líquido nos ventrículos), moleira dilatada (verificada apenas quando os ossos do crânio ainda não tenham se soldado), olhos voltados para baixo, irritabilidade, sonolência e atraso no desenvolvimento.

Indicações

Para os pacientes, sobretudo os mais jovens, diagnosticados com estenose de aqueduto, a recomendação do médico Dr. Paulo Linhares Lima Filho é a realização de procedimentos cirúrgicos para a retirada do líquido acumulado e a diminuição da pressão intracraniana, aliviando os efeitos causados pela enfermidade. O especialista destaca ainda a possibilidade de que essas intervenções sejam realizadas ainda durante a gestação. As técnicas utilizadas são pouco invasivas e não colocam a vida do bebê ou da mãe em risco.

Cirurgia/Procedimento

A cirurgia para o tratamento da estenose do aqueduto é realizada através da introdução de um cateter, conectado a uma válvula que controla o volume de fluxo acumulado nos ventrículos cerebrais, desviando-os para o abdômen. O neurocirurgião Dr. Paulo Linhares de Lima Filho explica, ainda, que para este tipo de hidrocefalia pode ser utilizada um procedimento médico pouco invasivo, realizado via videoscopia.

Médico

Formado em neurocirurgia pela Universidade Federal do Ceará, com especialização em patologias raqui-medulares/coluna vertebral, de nervos periféricos, de tumores de crânio e medula, o neurocirurgião Dr. Paulo Linhares Lima Filho é referência no tratamento da estenose do aqueduto, tendo realizado inúmeras cirurgias de crânio. Caso queira conferir o currículo completo do especialista ou acompanhar mais detalhes de sua formação, basta clicar no link: http://paulowagner.com.br/perfil.

Cirurgias relacionadas

Veja no subgrupo crânio as cirurgias realizadas para o tratamento da estenose do aqueduto, como as técnicas utilizadas para diminuir a pressão intracraniana e drenar o excesso de líquido acumulado, procedimentos fundamentais para minimizar os sinais da enfermidade e garantir o crescimento saudável das crianças diagnosticadas com a doença. A lista completa dos procedimentos realizados pelo médico Dr. Paulo Linhares Lima Filho pode ser verificada neste link:http://paulowagner.com.br/servicos.

Contato

Recebeu, durante a gestação, o diagnóstico de estenose do aqueduto, ou tem um recém-nascido com esta enfermidade e gostaria de conversar com o neurocirurgião Dr. Paulo Linhares Lima Filho sobre este tema? Basta clicar no link http://paulowagner.com.br/pre-agendamento, preencher seus dados de contato e agendar uma consulta. O especialista reunirá informações valiosas para dar um diagnóstico preciso, como avaliação do histórico clínico, solicitação de exames físicos e, caso necessário, pedir que sejam realizados mais testes específicos, além de sugerir os melhores tratamentos para a doença.

Compartilhe: