icon-telefone
MARCAÇÃO DE CONSULTAS

(85) 3063.3381(85) 9 8851.6148

Hérnia de Disco: Conheça mais sobre o assunto

imagem: reprodução imagem: reprodução

Algumas patologias da coluna vertebral surgem na vida contemporânea das pessoas através da sobre-exposição do corpo humano. Nessa perspectiva, muitos pacientes com dores nas costas, nas pernas ou fraqueza nos músculos dos membros inferiores são diagnosticadas com a chamada Hérnia de Disco. Mas como são os sintomas e a prevenção dessa doença que pode afetar silenciosamente tanto homens como também mulheres?

Considerada uma patologia de alta incidência entre adultos entre 20 a 50 anos, a Hérnia de Disco Lombar é algo comum nessas fases da vida, tendo em vista que homens e mulheres ficam submetidos à ruptura do ânulo fibroso (porção externa do disco). Isso ocorre principalmente quando estes realizam atividades rotineiras tais como ficar muito tempo sentado ou mesmo em pé, levantar pesos de forma brusca e inadequada, entre outras funções que o dia a dia nos impõe.

“A Hérnia de Disco ocorre quando os discos invertebrados, que são as estruturas cartilaginosas situadas entre as vértebras, responsáveis por amortecer o impacto e atrito gerado pelos movimentos, deslocam-se da cavidade espinhal e pressionam os nervos da medula. Este deslocamento é conhecido como hérnia”, explica o neurocirurgião Paulo Wagner.

Ainda segundo o médico, o tratamento da patologia é realizado de acordo com a gravidade da lesão. “A intervenção cirúrgica pode ser uma solução para pacientes cujo sintomas não desapareceram com o tratamento ambulatorial, ou com o uso de medicamentos ao longo do tempo ou em alguns casos de desgaste do disco intervertebral”, destaca o neurocirurgião.

O especialista ainda explica também que a hérnia é assintomática inicialmente, e que quando o quadro se agrava e a dor se torna repetitiva ou crônica, facilita o aparecimento de câimbras e dores principalmente na região lombar. “Quando os discos da região lombar são rompidos, a sensação de dor pode irradiar da parte inferior da coluna (próximo aos glúteos) para as pernas e gera uma sensação aguda de dor. Em casos mais graves há ocorrências de paralisia momentânea nos membros adjacentes atingidos”, afirma o médico.

Com a população cada vez mais voltada para o trabalho e atividades que exigem um desempenho desproporcional aos limites do corpo humano, vale o alerta e alguns cuidados para a prevenção da hérnia de disco. Dentre eles, destacam-se manter uma boa postura, evitar levantar pesos acima do normal, sentar-se corretamente (especialmente ao usar o computador), evitar posições demoradas em pé ou sentado (sempre que puder alternar), alongar antes de realizar qualquer atividade ou até mesmo, após acordar.

No entanto, se você está entre o grupo de risco, tem uma rotina similar ou apresenta alguns dos sintomas mencionados neste artigo, procure um médico especialista para avaliar seu quadro clínico. Hérnia de Disco tem tratamento.

As orientações contidas neste artigo tem como objetivo único oferecer informações gerais aos pacientes. No entanto, o mesmo não visa substituir a consulta médica presencial com o médico especialista responsável, como também, não visa qualquer tipo de diagnóstico prévio. A linguagem foi adaptada para a compreensão do paciente.

Fonte: Paulo Wagner-Neurocirurgia: CRM/CE 9404 • RQE 5361

Compartilhe: