icon-telefone
MARCAÇÃO DE CONSULTAS

(85) 3063.3381(85) 9 8851.6148

Saiba mais sobre a Hipertensão intracraniana idiopática

imagem: shutterstock imagem: shutterstock

Hipertensão intracraniana idiopática: o que é? Conhecida também como hipertensão intracraniana benigna e pseudotumor cerebral, a hipertensão intracraniana idiopática é um transtorno neurológico que atinge em grande parte mulheres obesas.

A enfermidade se caracteriza pelo aumento da pressão intracraniana sem que haja um motivo específico.

Sintomas

O principal sintoma da hipertensão intracraniana idiopática é a queixa de fortes dores de cabeça, sintoma que se agrava durante o período da manhã, explica o neurocirurgião Dr. Paulo Wagner Linhares Lima Filho. Além deste sinal característico, os pacientes portadores de hipertensão intracraniana idiopática podem apresentar também um zumbido pulsátil em ambas as orelhas, náuseas, vômitos, paralisia dos nervos cranianos e papiledema (o inchaço do nervo ótico causado pelo aumento da pressão intracraniana).

Indicação

A hipertensão intracraniana idiopática é tratada combatendo o aumento da pressão intracraniana, conforme explica o neurocirurgião Dr. Paulo Wagner Linhares Lima Filho. Esse controle acontece com a ajuda de medicação específica e, ainda, analgésicos para as fortes dores de cabeça.

Cirurgia/Procedimento

Quando a utilização de medicamentos não mostra resultados no tratamento da hipertensão intracraniana idiopática é recomendada a realização de uma cirurgia, onde o líquido cefalorraquidiano em excesso é drenado para outras partes do corpo através da colocação de um cateter (shunt), explica o neurocirurgião Dr. Paulo Wagner Linhares Lima Filho. Outro procedimento realizado inclui a descompressão do nervo ótico ou, quando a hipertensão incraniana idiopática é causada pelo grau de obesidade da paciente, a recomendação é de que seja realizada uma cirurgia bariátrica. Em alguns casos, a perda de peso contribuiu para a diminuição da pressão intracraniana e desaparecimento da enfermidade.

Médico

Com especialização em neurocirurgia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), o Dr. Paulo Wagner Linhares Filho vem se dedicando ao estudo das patologias raqui-medulares/coluna vertebral, dos nervos periféricos, tumores de crânio e de medula. O especialista possui ainda amplo conhecimento das técnicas para o tratamento de dores de difícil controle. Caso deseje conferir o curriculo completo do especialista, clique aqui: http://paulowagner.com.br/perfil.

Cirurgias relacionadas

Como parte do tratamento da hipertensão intracraniana idiopática, e também de sua própria especialização e estudos de pós-graduação, Dr. Paulo Wagner Linhares Lima Filho realiza cirurgias de crânio. Estas operações têm como objetivo diminuir os sintomas causados pela doença, sobretudo o risco do surgimento de danos cerebrais, permitindo que o paciente tenha uma vida praticamente normal. Para tornar a recuperação no período pós-operatório mais segura e com melhores chances de êxito, o especialista conta com uma equipe multiprofissional composta por neurointensivista, neurologista, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, enfermeiro, neuroanestesista, psicólogo e clínico geral. Para conferir as cirurgias realizadas e as enfermidades atendidas pelo médico, confira este link: http://paulowagner.com.br/servicos.

Contato (Call To Action)

Especializado no tratamento de enfermidades que afetem a coluna vertebral, o crânio ou os nervos periféricos, o neurocirurgião Dr. Paulo Wagner Linhares Lima Filho utiliza técnicas modernas, seguras e precisas. Tem alguma dúvida sobre um possível diagnóstico ou gostaria de mais informações sobre a hipertensão intracraniana idiopática? Clique neste link (paulowagner.com.br/pre-agendamento) e agende sua consulta com o especialista. O neurocirurgião fará uma avaliação completa de seu caso, realizando exames físicos, consultando seu histórico clínico e, caso necessário, solicitará exames complementares para tornar o diagnóstico ainda mais preciso.

Compartilhe: